PARÓQUIA SÃO JOÃO BATISTA

Bem Vindo à PARÓQUIA SÃO JOÃO BATISTA
Bom dia, Terça-feira, 23 de Outubro de 2018

PARÓQUIA SÃO JOÃO BATISTA
VOCÊ ESTÁ EM: HOME / PE JULIANO OSVALDO DE CAMARGO /

Maria, a verdadeira devoção à Mãe de Deus e Nossa!

Não é nossa intenção fazermos um tratado mariológico, e sim poder esclarecer a todos os fiéis o que é de fato a verdadeira devoção à Maria a escolhida de Deus, a serva do Senhor (Lc 1,37). É dever de todos saber o que se diz acerca de Maria, principalmente no mundo protestante que não tem haver com a realidade. Por inúmeras vezes chega-se a ousadia e o absurdo de acusar-nos de idolatria. Porém, nada há de idolatria no culto que a Igreja presta a Virgem Maria e aos Santos. Para nossa melhor compreensão é preciso saber e distinguir: “Latria é um termo latino (do grego λατρεία , latreia ) expressão teológica utilizada na  Igreja Ortodoxa e na Igreja Católica Apostólica Romana para significar a adoração , a reverência dirigida apenas à Santíssima Trindade . Latria traz uma ênfase na forma interna do culto, em vez de cerimônias externas.  Dulia (do grego δουλεια, douleuo que significa honrar), é um termo teológico que significa a honra o e culto de veneração devotado aos santos. Hiperdulia (do grego υπερδουλεια) é um termo teológico utilizado pelas Igrejas Católica e Ortodoxa que significa a honra e o culto de veneração especial devotados a Nossa Senhora.

 

Este culto à Nossa Senhora é feito através da liturgia, que é o culto oficial e obrigatório da Igreja Católica, e também, em maior intensidade, através da piedade popular, que é o culto católico privado. No campo da piedade popular, destacam-se as devoções feitas à Virgem Maria, como por exemplo: o Santo Rosário, o Ângelus, o Imaculado Coração de Maria, a peregrinação aos lugares onde Maria apareceu, as procissões, etc. A hiperdulia, que está inserido na dulia, diferencia-se muito da latria, que é o culto de adoração prestado e dirigido unicamente a Deus”.  Diante disso, podemos afirmar com toda certeza que nada há de erro na verdadeira devoção à Virgem Maria. Neste mês de maio, também tradicionalmente chamado mês de Maria lembra-nos alguns dogmas e doutrinas acerca da Mãe de Deus: THEOTOKOS = Maria, mãe de Deus e nossa a Imaculada Conceição, Assunção de Maria Maria Mãe da Igreja Maria Medianeira de todas as Graças Maria Corredentora Maria Rainha do Céu, Intercessora e nossa advogada. Agora, quanto às aparições de Nossa Senhora temos as seguintes aprovadas pela Igreja: Guadalupe Medalha Milagrosa La Salette Lourdes Fátima Caravaggio e Prouille.

 

Outra questão muito interessante são os muitos títulos de Nossa Senhora, no entanto é a única e mesma Virgem Maria, mãe de Jesus. Não são várias ou diferentes e sim àquela que disse sim ao projeto do Pai que em seu querer benevolente quis salvar toda a humanidade. Que hoje possamos aprender de Maria o que de fato importa para que tenhamos vida em plenitude: “Fazei tudo o que Ele vos disser!” (Jo 2,5).

 

Por: Pe. Juliano Osvaldo de Camargo


Veja Também


Morte, Fim ou Meio?
Cruz e Vitória
maria.jpg